10 reais

Hoje foi um dia atípico. Estava prestes a realizar minha homologação no início da tarde, fechando meu ciclo na empresa em que colaborei por dois anos. E quando um novo ciclo está nascendo, eu tenho a tendência de ficar mais sensível ao que ocorre ao meu redor. Ando sem tocar o chão, observo as pessoas de um jeito diferente, minha audição fica mais aguçada, minha mente viaja para lugares distantes e meus pensamentos se cruzam com a realidade causando um choque existencial. Tudo isso ocorre na maioria das vezes quando estou no ônibus, estranho né?! Mas entrar, sentar-me nas cadeiras mais altas e de preferência do lado da janela, ouvindo uma música, fazem-me transportar pra um mundo só meu, onde consigo visualizar minha vida de ponto a ponto simplesmente observando as ruas através da janela.

Continue Lendo “10 reais”

Anúncios

Palavras soltas sobre o amor

Menino+bolo

Penso que o amor não seja como receita de bolo, que por mais que se tente combinar os ingredientes corretamente sempre será um sabor diferente do primeiro para o segundo bolo. Do mesmo modo como uma bula, onde acreditamos nas indicações esperando um resultado que satisfaça a necessidade de curar-se, a posologia para não exagerar na dose (em excesso não é bom e de menos também), sabendo de todas as contra-indicações torcemos para não ter efeitos colaterais, mas mesmo assim esperamos que venha a funcionar conforme foi-nos receitado. Não adianta, sempre funciona diferente com cada um, é inevitável.

Continue Lendo “Palavras soltas sobre o amor”

Valentine’s Day is coming!

E como está chegando o dia dos namorados, me peguei lembrando do dia que ainda nem éramos. Fiz um poeminha e pedi pra ler naquela festinha, lembro-me como se fosse hoje.

“Não importa o quanto nossa vida nos obriga a ser sérios…
Todos nós procuramos alguém para sonhar… brincar… amar…
e tudo o que precisamos é de uma mão pra segurar
e um coração para nos entender. “

Continue Lendo “Valentine’s Day is coming!”

Janelando

Crianças

Pela janela do quarto passa a luz que desperta logo cedo, cega os olhos anunciando que o dia começou. Vemos por ela a previsão do tempo, vestimos um casaco se o vento gelado sopra ou usamos óculos escuros se o sol estiver brilhando forte, mesmo assim o imprevisível está lá fora.

Pela janela do carro vemos outros passando pelo lado, os carros. No mesmo sentido de mão, mas guiados sem sentimento algum, vazias, as pessoas. Vindo em direção contrária em cores e modelos diferentes, em duas ou quatro janelas, eles, apressados, agoniados, incoerentes causadores de acidentes.

Continue Lendo “Janelando”

Hora de mudar

047_09_01m2

Texto enviado no último dia de trabalho na Philip Morris.

Como sair da comodidade para enfrentar o desconhecido e ter coragem para mudar o rumo da vida?

O poeta gaúcho Mário Quintana certa vez escreveu:

Tão bom viver dia a dia…
A vida, assim, jamais cansa

Continue Lendo “Hora de mudar”

Em busca da inspiração

83386342

Que susto! O despertador do celular avisa que mais um dia está começando. Abro os olhos, ainda meio sonolento adiciono alguns minutos extras para dormir um pouco mais, não é suficiente. Mesmo assim, a noite mal dormida reflete logo cedo um cansaço no corpo que não deveria existir, pois dormimos justamente para descansá-lo, mas tudo bem, nada que um alongamento não melhore. Sento. Ainda na cama, olho para o nada e penso no dia que está por vir, nada de surpresas ou acontecimentos extraordinários, apenas a roupa será a diferença do dia.

Continue Lendo “Em busca da inspiração”

Vida na cama

No pós-almoço desta sexta-feira que passou, vi um vídeo super agradável no media center do Yahoo que me impressionou bastante pela suavidade. Foi utilizada a técnica de animação stop motion, onde o animador trabalha fotografando objetos, fotograma por fotograma, ou seja, quadro a quadro. Entre um fotograma e outro, o animador muda um pouco a posição dos objetos. Quando o filme é projetado a 24 fotogramas por segundo, temos a ilusão de que os objetos estão se movimentando.

Fiquei imaginando como seria ter uma vida na cama, estranho pensar nisso hein?! rs, mas sem dúvida já tivemos que passar uma temporada nos recuperando de algum acidente, de uma doença, etc. De um jeito bem humorado pensei no que não poderia faltar perto da cama.

Continue Lendo “Vida na cama”